sexta-feira, 20 de julho de 2007

Não é defesa, é entendimento de Marketshare


Oi crianças...
Eu estava lá na comunidade do Orkut agora a pouco e tive que fazer um dos meus famosos "posts infinitos"... :)
Um dos colegas fez uma piada, dizendo que eu sou o defensor das BCD´s2000
Não é o caso...
Não tem nada a ver com defesa, tem a ver com entendimento do "Marketshare" (fatia de mercado)

Vamos a um exemplo simples e comum a qualquer DJ: A fatia de mercado atendida pelas caixas de som ativas da JBL é a mesma atendida pelas caixas ativas da CSR ou Leac´s???
CLARO QUE NÃO!!!

A pessoa que "paga a marca" JBL, leva de brinde anos de aperfeiçoamento e pesquisas em acústica que resultarão em um som (geralmente) limpo como cristal e potente como um trovão, MAS, isso custa caro... MUITO CARO...

Mas e a relação "custo x benefício"?
É vantajosa?
Pode apostar sua alma nisso...

Quem compra JBL adquire o que há de melhor em qualidade acústica.
E quem compra JBL pertence à uma fatia de mercado que, provavelmente, já passou por CSR e Leac´s e agora está buscando um patamar acima, onde a qualidade fala mais alto que a potência simples...

Agora vai a pergunta: Você consegue fazer uma festas com caixas Leac´s ou CSR?
Claro que consegue... (Muito bem por sinal... Eu tenho um par de Ativas VIP800 Leac´s)
E você consegue fazer uma festa com caixas JBL?
Claro... Então...

O pessoal que usa JBL precisa "expurgar" o pessoal que usa as caixas "entry level"?
Claro que não...

São públicos diferentes, pra ferramentas diferentes e que precisam de resultados diferentes em diferentes situações...

Quando a BCD2000 foi lançada, ele literalmente "balançou" o mercado.

Era a realização do sonho de milhares, talvez milhões de DJ´s no mundo:
Uma forma prática e muito barata de controlar "de verdade" os renomados softwares de Discotecagem, tendo um "feeling" real de estar trabalhando "no software" ao invés de usar teclado e mouse...

ACONTECE que o foco da Behringer era (ou melhor, É e SEMPRE FOI) o público "entry level", ou seja, o pessoal que está começando e não pode "dar a sua mãe de entrada" (isso se ela for a Vera Fischer - Piadinha roubada do Cardoso) pra comprar um equipamento, mas que precisa trabalhar.

Defendo a Behringer, e defendo a BCD2000, porque ambas cumprem o que prometem: Barato, funcional e "bunitinhu...."

Nenhum comentário:

Postar um comentário